Vender roupas usadas é uma boa alternativa para ganhar dinheiro! Eu vou explicar tudo o que você precisa saber para transformar aquelas peças que estão paradas no armário há meses ou anos em renda extra. Acompanhe!

Porque vender suas roupas usadas 

Você pode vender suas roupas usadas para ganhar um dinheiro extra e praticar o desapego, se livrando de peças das quais enjoou ou que simplesmente não servem mais (por questão de tamanho ou estilo). O mesmo vale para sapatos e acessórios.

Aliás, o lucro das vendas pode ser investido em roupas novas que tenham mais a ver com sua fase atual.

Existe ainda a possibilidade de lucrar ajudando outras pessoas a venderem suas roupas usadas, como vamos ver adiante.

Por que as pessoas compram roupas usadas

Um dos principais motivos para as pessoas comprarem roupas usadas é economizar dinheiro. Afinal, desse jeito dá para adquirir peças de boa qualidade pagando muito menos.

Além disso, comprar roupa usada tem a ver com o conceito de moda consciente, pois ajuda a prolongar o ciclo de vida das peças, que por sua vez consumiram recursos naturais para serem produzidas.

Onde vender roupas usadas

Há duas maneiras de vender roupas usadas:

  • Pela internet. Por meio de redes sociais, sites e aplicativos;
  • Em um local físico (brechó). Você pode vender suas peças para um brechó ou abrir seu próprio espaço.

Conheça em detalhes essas opções a seguir!

Vender roupas usadas na internet

Existem sites e aplicativos especializados em compra e venda de roupas usadas, como:

#1 Repassa

O Repassa funciona como um brechó online, onde é possível vender itens femininos, masculinos e infantis.

Para começar a vender, primeiro é necessário se cadastrar no site e pagar uma taxa de R$ 24,99 para receber um “sacola do bem”, que servirá para enviar as peças. A taxa é cobrada para arcar com os custos de envio e processamento.

Depois de enviar a sacola cheia de peças usadas, todo o restante fica sob responsabilidade do site (fotos, anúncios, vendas, envio ao comprador etc.). No final você recebe 60% de comissão sobre o valor de cada venda.

#2 Enjoei

O Enjoei é um site/aplicativo onde dá para vender roupas, calçados e acessórios femininos, masculinos e infantis, além de eletrônicos e objetos para lar.

Para vender suas peças no Enjoei, você precisa se cadastrar e criar os anúncios contendo foto, descrição e preço de cada item. Todo o processo é bem simples e intuitivo.

Depois é só esperar pelas vendas. O site cobra uma comissão de 18,5% sobre o valor da cada venda, mais uma taxa fixa que varia de R$ 1,90 a R$ 13, de acordo com o preço do item.

#3 Troc

O Troc é considerado o maior brechó online do Brasil, que oferece apenas artigos femininos e infantis. Para vender no Troc, primeiro é preciso fazer o cadastro e verificar se as peças que você tem se enquadram nos requisitos (marcas aceitas e padrões de qualidade) do site.

Depois, basta enviar as peças gratuitamente, que serão analisadas e receberão uma sugestão de preço, que você pode aprovar ou não. Depois que os preços são aprovados pela vendedora, toda a parte de criação dos anúncios e vendas fica por conta do site.

Você recebe uma comissão sobre cada venda, dependendo do valor da peça:

 

  • Peças de até R$ 100,00 – 40% de comissão;
  • De R$ 100,01 até R$ 249,99 – 50% de comissão;
  • De R$ 250,00 até R$ 2.999,99 – 60% de comissão;
  • A partir de R$ 3.000,00 – 70% de comissão.

#4 Etiqueta única

O Etiqueta Ùnica é especializado na compra e venda de itens femininos, masculinos e infantis de luxo.

Para usar o site, é preciso preencher um cadastro e enviar fotos das peças para pré-avaliação. Depois, as peças devem ser enviadas ao Etiqueta Ùnica e eles se responsabilizam por higienizar, fotografar, anunciar e vender.

O percentual de comissão sobre cada venda varia de produto a produto e é calculado com base no preço da peça.

Grupos do Facebook

Os grupos do Facebook são uma opção para vender roupas usadas sem pagar as taxas dos sites. Toda cidade costuma ter uma grupo do tipo “desapega”, onde você pode anunciar suas peças, combinando a melhor forma de pagamento e entrega diretamente com o comprador.

 

Vender roupas usadas em local físico (brechó)

Quando se trata de vender roupas usadas em um brechó físico, você tem duas opções:

  • Vender suas peças para um brechó/deixar em consignação;
  • Ter seu próprio espaço (para vender suas peças e as de outras pessoas).

Vender suas roupas para um brechó

Vender suas peças diretamente a um brechó pode não ser tão lucrativo, pois eles costumam pagar valores bem baixos, já que ainda precisam tirar o lucro sobre cada venda e não sabem quanto tempo a peça vai demorar para sair.

Mas, não deixa de ser uma opção, especialmente se você tem uma grande quantidade de itens e precisa de dinheiro rápido. Se esse é o caso, faça primeiro uma pesquisa sobre os brechós que pagam melhor na sua cidade.

Alguns estabelecimentos oferecem a alternativa de deixar a peça em consignação. Desse jeito, você fixa o quanto quer receber e o brechó adiciona a comissão deles, chegando ao preço final do item.

O lado ruim do sistema de consignação é que você só recebe quando a peça é vendida. E lembre-se de checar a reputação do brechó antes de fazer negócio!

 

Abrir seu próprio brechó

Aquele espaço livre na sua varanda ou garagem pode virar um brechó. Mesmo que você não tenha muito tempo livre, dá para abrir somente nos finais de semana ou em algum horário curto todo dia.

Além de servir para vender suas próprias peças, você pode oferecer o espaço para que outras pessoas coloquem suas roupas a venda e assim lucrar com comissões.

Também é interessante aproveitar as redes sociais para divulgar seu bazar, criando um Instagram próprio do négocio, fanpage no Facebook e grupo no WhatsApp.

Dicas para vender roupas usadas

  • Sempre deixe as roupas limpas e passadas antes de colocar à venda;
  • Tire fotos de boa qualidade, que permitam ver o máximo de detalhes de cada peça;
  • Ao criar anúncios, seja o mais específica possível, informando medidas como comprimento e largura das pernas/mangas e circunferência da cintura, além de eventuais pequenos defeitos;
  • O atendimento ao cliente faz toda a diferença! Seja paciente e responda com agilidade todas as perguntas de possíveis compradores;
  • Se for abrir um brechó físico, lembre-se de manter o local sempre limpo e organizado (nada de roupas jogadas e paredes descascando!).

Conclusão

 
Vender roupas usadas é mais uma alternativa para ganhar dinheiro. Como vimos, existem várias formas de transformar aquelas peças paradas em grana extra, seja pela internet ou venda direta.

Agora, é só separar aquelas coisas que você não usa mais, porém estão em bom estado, e escolher o melhor jeito de colocá-las à venda!

Por outro lado, talvez você não queira se desfazer do seu tesouro…suas roupas, mas precise ganhar dinheiro extra, o que fazer?

Aqui vão outras três sugestões: 

  • Com as pesquisas remuneradas você ganha dinheiro apenas respondendo perguntas, sem precisar investir nenhum centavo nem ter experiência.
  • Como figurante você ganha dinheiro para participar de novelas, filmes e séries, mesmo sem ter formação ou experiência como ator.
  • É possível ganhar dinheiro vendendo fotos online mesmo sem ser fotógrafo profissional, utilizando seu smartphone.
4.5
08

Pin It on Pinterest