Guia de turismo é uma daquelas profissões em que você pode ganhar dinheiro fazendo coisas que a maioria das pessoas precisa pagar para ter: viajar, conhecer novas pessoas e culturas diferentes.

Mas, você já teve a curiosidade de saber o que é preciso para exercer essa atividade? Eu tive, e vou contar tudo o que descobri ao longo do artigo!

Quem acompanha o Blog e conhece minha história sabe que sou um apaixonado por viajar. Tanto que em uma das minhas viagens vim parar no Brasil e estou aqui até hoje.

Logo, considero que ser guia de turismo é uma profissão incrível e resolvi dar uma ajuda para quem quer seguir esse caminho, mas não sabe por onde começar.

Você vai descobrir ao longo do artigo:

  • O que faz exatamente um guia de turismo.
  • Se é preciso algum curso ou certificação para trabalhar na área.
  • Quanto ganha em média um guia.
  • Onde conseguir vagas de trabalho.

O que um guia de turismo faz?

O guia de turismo é responsável por acompanhar, orientar e transmitir informações a pessoas ou grupos em visitas urbanas, municipais, estaduais, interestaduais, internacionais e especializadas, de acordo com a portaria Nº27/2014 do Ministério do Turismo.

Existem 4 categorias de guia de turismo:

Rock Content

Guia regional

Pode exercer a atividade dentro do estado onde realizou o curso de formação.

Rock Content

Guia de excursão nacional

Pode acompanhar e prestar assistência a grupos de turistas durante todo o percurso de excursões em território brasileiro e países da América Latina.

Rock Content

Guia de excursão internacional

Tem as mesmas atribuições do guia de excursão nacional, mas para os demais países do mundo.

Rock Content

Guia especializado em atrativo turístico

Responsável por prestar informações técnico-especializadas sobre determinado tipo de atrativo natural ou cultural de interesse turístico, dentro de seu estado de atuação (como guia regional).

O profissional pode se habilitar em mais de uma categoria para ter um campo de atuação mais amplo.  

 

Precisa saber outros idiomas para ser guia?

 A princípio, não, pois dominar uma segunda língua não é obrigatório para exercer a profissão.

Entretanto, saber se comunicar em um ou mais idiomas estrangeiros traz mais possibilidades ao guia de turismo e pode garantir uma remuneração melhor.

Na carteira de guia emitida pelo Ministério do Turismo constam as línguas estrangeiras que o profissional compreende.

Para incluir essa informação no documento, é preciso apresentar um certificado de conclusão do curso, exame de proficiência ou atestado de fluência no idioma em questão.

 

Guia de turismo ou guia turístico

O nome da profissão é guia de turismo. Guia turístico é um material digital ou impresso que contém informações sobre os pontos turísticos de um local.

Portanto, mesmo que os dois nomes às vezes sejam usados como sinônimos, não é correto chamar um guia de turismo de guia turístico.

 

Como se tornar um guia de turismo

A profissão de guia de turismo é reconhecida pela Lei Federal 8.623/93. Logo, por ser uma atividade regulamentada, é obrigatório preencher alguns requisitos para exercê-la, que você confere a seguir.
 
 

O que é preciso para trabalhar como guia de turismo?

Ser maior de 18 anos.

Ter concluído o curso técnico em guia de turismo.

Ser cadastrado junto ao Ministério do Turismo
(por meio do Cadastur).

Curso de guia de turismo

Como vimos, para ser guia de turismo é obrigatório fazer o curso técnico, que deve ter no mínimo 800 horas de carga horária. Para ingressar no curso é preciso ter concluído ou estar cursando pelo menos o segundo ano do ensino médio.

A duração do curso depende da quantidade de aulas por semana e carga horária das aulas. Normalmente a duração total fica entre oito e doze meses.

O curso técnico de guia de turismo pode ser encontrado em escolas técnicas e centros de formação profissional em todo o país e já existe inclusive na modalidade a distância (EAD).

Guia de turismo X turismólogo: entenda a diferença

Turismólogo é o profissional formado no curso superior de Turismo, que existe em grau de bacharelado e tecnológico.

Um turismólogo está habilitado a administrar, fomentar, planejar e gerenciar atividades em geral relacionadas ao turismo.

Entretanto, o turismólogo não pode exercer a função de guia de turismo, pois a profissão exige a formação específica, de nível técnico.

Onde encontrar vagas de trabalho

Geralmente o guia de turismo é um profissional autônomo, ou seja, que trabalha sem vínculo empregatício.

Entretanto, é possível encontrar vagas em regime CLT em hotéis, agências de viagens e empresas do ramo de turismo em geral.

O guia de turismo também pode empreender e montar um negócio próprio no setor, organizando excursões ou promovendo passeios e visitas locais em grupos, por exemplo.

Quanto ganha um guia de turismo?

Não é possível determinar o salário de um guia de turismo, pois a remuneração pode variar de acordo com a região e o porte da empresa contratante. Sem falar que boa parte dos profissionais atua de forma autônoma e não ganha um valor fixo por mês.

Para ter uma noção, confira abaixo os valores por serviço indicados na Tabela Referencial de Remuneração dos Guias de Turismo do Estado de São Paulo:

Conclusão

Agora você já sabe que para ser um guia de turismo não basta gostar de viajar. A profissão é regulamentada e exige a formação no curso técnico, além do registro no Cadastur.

Portanto, se você pensa em ingressar nessa profissão, muito interessante para quem gosta de conhecer novos locais e pessoas, deve se preparar para trabalhar conforme a lei exige.

Também vimos que guia de turismo e guia turístico têm significados diferentes e que a faculdade de Turismo não forma guias.

Espero que a leitura tenha sido útil e convido você a deixar um comentário. Estou sempre aberto para ouvir as opiniões e sugestões dos meus leitores.

Aproveite e assine já minha newsletter, pois assim você terá sempre novas ideias e dicas de como ganhar dinheiro direto no seu e-mail!

[Total: 1   Average: 5/5]
0 Compart.
Compartilhar
Pin
Twittar
Compartilhar