Se você gosta de artesanato, saiba que, além de um hobby, essa pode ser uma forma de ganhar dinheiro trabalhando em casa! 

Diversos materiais e técnicas permitem deixar sua criatividade solta para criar peças bonitas e lucrativas. 

Quando tiver suas belas criações prontas, é hora de colocá-las à venda para ganhar uma renda extra. Ou até mesmo fazer do artesanato sua fonte principal de dinheiro. 

Se você está em dúvida sobre o que vender, não se preocupe, porque ao longo do artigo vou apresentar 27 ideias de artesanato para fazer em casa!

Vantagens e desvantagens de fazer artesanato para vender

Como você pode imaginar, fazer artesanato para vender traz muitas vantagens, mas também algumas desvantagens, listadas a seguir:

Vantagens

  • A mais óbvia de todas as vantagens e a mais importante, acredito, é poder fazer as peças de artesanato em casa, o que acarreta outras vantagens.
  • Ao trabalhar em casa, você terá mais tempo para a família, os estudos e para cuidar da saúde.
  • Você terá flexibilidade de horários e poderá organizar sua rotina de trabalho como quiser.
  • Não importa sua idade, escolaridade ou experiência profissional, basta ter criatividade e organização para trabalhar (e lucrar) com artesanato. 
  • Você pode oferecer produtos personalizados, o que agrega valor ao seu trabalho.

 Desvantagens

  • A princípio, é provável que seus lucros não sejam altos, porque seu trabalho ainda não será conhecido. Mas isso tem solução: você deve trabalhar sua marca e divulgar seus produtos em todos os meios possíveis (boca a boca, Instagram, WhatsApp, feiras e exposições etc.).
  • Certos tipos de artesanato podem ser vendidos por preços mais altos, devido ao tempo de confecção, materiais e originalidade. Já outros têm preços baixos e você precisará vender muitas peças para conseguir um lucro razoável.

Por quanto devo vender minhas peças?

 
Na hora de precificar seu artesanato, você deve considerar os seguintes fatores:

  • Custo dos materiais.
  • Tempo gasto na produção.
  • Nível de dificuldade.
  • Custos de envio, taxas e comissões (caso existam).
  • Preços de produtos similares no mercado.

No começo, pode parecer difícil encontrar o preço ideal de cada peça, mas, conforme você ganha experiência, a tarefa se torna cada vez mais fácil.

Quantas peças devo fazer para começar a vender?

 
Isso varia conforme o tipo de produto, custos envolvidos na produção e preço de venda. Porém, de modo geral, você pode começar produzindo dez unidades.

Somente depois de vender esses dez primeiros produtos comece a produzir mais, para não correr o risco de gastar tempo e dinheiro com algo que tem baixa demanda.

Dependendo do produto, você pode fazer peças de diferentes cores e tamanhos. Dessa forma você terá várias amostras para oferecer aos primeiros clientes.

27 ideias de artesanato para fazer e vender

 
Como prometi, segue uma lista de ideias lucrativas de artesanato para fazer em casa e vender.

ARTIGOS PARA PETS

Lacinhos, brinquedos, roupas e caminhas são exemplos de itens para pets que você pode fazer para vender e lucrar um bom dinheiro.

PEÇAS EM QUILLING

A técnica quilling utiliza tiras de papel enroladas para criar figuras. Com ela você pode decorar quadros, caixas, convites painéis de festas e muito mais.

CADERNOS PERSONALIZADOS

 
Utilize diferentes técnicas e materiais para criar cadernos decorados exclusivos, assim como blocos de anotações e diários.

BORDADOS

 
Peças bordadas, como toalhas, toalhinhas e panos de prato, são um clássico no artesanato e sempre têm demanda no mercado, especialmente se você oferecer itens personalizados.

ACESSÓRIOS PARA CABELO

 
Laços e tiaras fazem muito sucesso entre meninas e adolescentes. Procure conhecer as tendências de cada temporada e oferecer peças mais elaboradas, para eventos especiais.

BOLSAS E CARTEIRAS

 
O público feminino, em especial, valoriza muito bolsas e carteiras artesanais exclusivas, em diferentes cores, materiais e tamanhos. Aproveite esse nicho para lucrar!

SABONETES ARTESANAIS

 
Sabonetes artesanais de qualidade têm sucesso garantido no mercado. Então, invista em boas matérias-primas e inove nas cores e fragrâncias para faturar.

CHAVEIROS

 
Com criatividade e materiais simples, você consegue transformar simples chaveiros em peças de artesanato exclusivas, que podem render um bom lucro.

ALMOFADAS

 
As almofadas também são boas opções de artesanato para vender. Vale investir em cores, estampas, tecidos, texturas e formatos diferenciados para se destacar no mercado.

AMIGURUMIS

 
Amigurumis são bichinhos confeccionados em crochê e tricô que fazem o maior sucesso no mercado, especialmente com o público infantil.

STRING ART

 
Essa técnica permite criar peças exclusivas utilizando linhas presas com pregos para formar figuras. Pode ser usada para criar painéis, quadros, porta-chaves e vários outros artigos.

LUMINÁRIAS

 
Luminárias artesanais valorizam a decoração de qualquer ambiente e podem ser confeccionadas com materiais simples ou mesmo itens reciclados.

ACESSÓRIOS EM COURO

Bolsas, porta moedas, carteiras, cintos e pulseiras são alguns exemplos de acessórios de couro que você pode fazer para vender.

LEMBRANÇAS PARA FESTAS

 
Comemorações como chás de bebês, aniversários e casamentos ficam incompletas sem as famosas lembrancinhas. E você pode ganhar um bom dinheiro oferecendo esse tipo de artesanato.

BIJUTERIAS

 
As bijuterias sempre fazem sucesso e você pode utilizar uma infinidade de materiais e técnicas para criar as peças, que incluem brincos, pulseiras, anéis, colares, tornozeleiras etc.

VELAS DECORATIVAS

 
Velas decorativas e aromáticas podem ser usadas em ocasiões especiais ou no dia a dia, para deixar os ambientes mais agradáveis. Oferecem inúmeras possibilidades de cores, aromas e formatos.

CAIXAS DECORADAS

 
As caixas decoradas são um bom exemplo de artesanato simples de fazer e de baixo custo, que qualquer pessoa pode produzir para vender.

SANDÁLIAS

 
Os detalhes artesanais transformam sandálias simples em acessórios de moda e lembranças personalizadas para festas.

ARTESANATO COM CABAÇA

É possível fazer uma grande variedade de peças com cabaças, como luminárias, chaveiros (com cabaças mini), galinhas, bonecas e xequerês.

GARRAFAS DECORATIVAS

 
Com garrafas reaproveitadas, pinceis, tintas e muita criatividade, você consegue fazer peças decorativas incríveis e lucrativas.

PEÇAS EM TRICOTIN

 
Tricotin é uma técnica que consiste em criar estruturas em linha ou lã firmadas com arames. É muito usada para criar letras e objetivos decorativos.

ARTIGOS EM TRICÔ

 
Peças em tricô, desde que originais e bem-feitas, têm ótima aceitação no mercado. Dá para fazer capas de almofadas, sapatinhos de bebê, cachecóis, boinas, casacos, mantas e muito mais.

PEÇAS EM MACRAMÊ

 
Macramê é uma técnica de tecelagem manual que pode ser usada em bijuterias, roupas e nos mais diversos objetos decorativos. Você só precisa de linha e imaginação para fazer!

CONVITES

 
Os convites artesanais proporcionam uma identidade única a comemorações como casamentos e festas de quinze anos.

ARTIGOS EM FELTRO

 
O feltro é um tipo de tecido encontrado em diversas cores e espessuras, que permite fazer bonecos, enfeites, sacolas, quadros decorativos e até mesmo bolos fake.

VASOS DE PLANTAS

 
Você pode comprar vasos simples prontos e transformá-los com técnicas de decoração ou fazer os seus próprios vasos artesanais em cimento e argila.

CAMISETAS PERSONALIZADAS

 
Camisetas personalizadas, seja com estampas ou frases, podem ser direcionadas a diferentes públicos e sempre têm boa recepção no mercado.

Onde vender seu artesanato

Você pode expor e vender suas peças na internet ou em locais físicos. Na internet, as principais opções são plataformas como Etsy e Elo 7, Facebook, Mercado Livre e criar sua própria loja virtual.

Quanto aos locais físicos, você pode aproveitar feiras e exposições de artesanato, abrir seu próprio espaço ou vender suas peças para lojas tradicionais.

 

A Etsy é uma plataforma online voltada à compra e venda de produtos artesanais e vintage. Nela você pode abrir sua própria loja virtual e oferecer seus produtos para clientes do Brasil e exterior. São cobradas taxas em torno de 5% sobre o valor das vendas efetivadas.

A Elo 7 é outra plataforma virtual voltada ao comércio de artesanato, com a vantagem de ser totalmente em português. Nela você também pode abrir sua própria loja e as comissões cobradas variam de 12% a 18% sobre o valor de cada venda.

Você pode criar uma fanpage no Facebook para divulgar suas peças e combinar as formas de envio e pagamento diretamente com os clientes. É importante participar de grupos ligados ao assunto e tirar ótimas fotos dos seus produtos para ter sucesso.

O Instagram pode ser usado da mesma forma que o Facebook para vender seu artesanato: você cria um perfil para divulgar seu trabalho e combina as formas de pagamento e envio diretamente com os clientes.

O Mercado Livre é uma plataforma online onde é possível vender artigos de diversas categorias, incluindo artesanato.  As taxas cobradas sobre as vendas variam de 0% a 16%, dependendo do tipo de anúncio escolhido.

Ao criar sua própria loja virtual você escapa das taxas de plataformas, podendo oferecer várias opções de pagamento ao público com segurança e praticidade. Há inclusive ferramentas que simplificam a criação de lojas virtuais, para quem não possui conhecimentos técnicos.

No mundo offline, as feiras e exposições de artesanatos são excelentes para divulgar e vender seus produtos, além de conhecer outros profissionais da sua região. Procure se informar sobre os eventos que ocorrem na sua cidade e prepare-se com antecedência.

Para quem decidiu viver de artesanato, faz todo sentido abrir o próprio espaço. A localização e o tipo de loja vão depender de quanto você tem para investir e da dinâmica do comércio na sua cidade.

Você também pode vender suas peças para lojas tradicionais. Porém, nesse caso, o lucro pode não ser alto, pois a loja terá que aumentar o preço para revender ao consumidor final. De qualquer forma, pode ser interessante, dependendo do tipo de artesanato que você faça.

Conclusão

Espero que você tenha se interessado por alguma ou várias das ideias de artesanato para vender que apresentei e comece logo a faturar uma grana extra.

Pode ser até que você encontre um novo caminho para sua vida profissional e financeira no artesanato!

Como expliquei, não pense que você vai enriquecer da noite para o dia com essa atividade. É preciso investir tempo e dedicação para divulgar suas peças até tornar seu trabalho conhecido e fazer vendas recorrentes.

Então, se você for persistente e se aprimorar na sua arte, com certeza vai ver os resultados, seja aquela grana extra que faltava ou uma nova fonte de renda principal.

Lembre-se de voltar aqui para relatar sua experiência nos comentários!

[Total: 4   Average: 5/5]
0 Compart.
Compartilhar
Pin
Twittar
Compartilhar